sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Pedro Sánchez, para onde levas o PSOE? Cuidado ...

Pedro Sánchez deve demitir-se? A maioria executiva do PSOE acha que sim. Sánchez não conseguiu a "fórmula" para reconduzir o PSOE à área de poder. 

Pelo contrário, os resultados têm sido profundamente negativos, mas é na estratégia política pós eleitoral que as falhas têm sido ainda mais graves. Espanha está à beira de um terceiro ato eleitoral e o PP à beira de uma terceira vitória.  A esquerda espanhola está irreconhecível. E quando a sobrevivência política pessoal domina o interesse do coletivo a coisa acaba mal. 

"El diputado socialista Eduardo Madina asegura que los estatutos son claros, que cuando se produce la mitad de las dimisiones más una, "la Ejecutiva es inhábil" y por eso, Pedro Sánchez tiene que dejar paso a una gestora para que "organice otro Comité Federal y un congreso extraordinario" ...

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Maria de Jesus Barroso - Homenagem

Nos 50 anos da Cruz Vermelha, na presença do Presidente da República, de Mário Soares, António Guterres, entre outros amigos, Maria de Jesus Barroso, a única mulher presidiu à instituição, foi homenageada ... Muito justamente.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Viseu - Vereadores do PS contra abertura de concurso que excluiu a área social

DECLARAÇÃO DE VOTO – reunião de 22 de setembro 2016


Os Vereadores do Partido Socialista votaram contra a proposta de abertura de procedimento concursal para o preenchimento de 19 lugares de técnico superior, a recrutar em regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, inserida no Ponto 02.01, da ordem de trabalhos, pelos seguintes motivos:

Tal proposta vai contra a terceira alteração ao mapa de pessoal para o ano de 2016, decidida e aprovada pela Assembleia Municipal no dia 29 de junho do corrente, sob proposta da Câmara Municipal do dia 6 de junho.

Ao arrepio dessa decisão da AM é agora proposta a criação de 19 novos postos de trabalho, todavia, áreas de importância vital e onde, efetivamente, há escassez de quadros qualificados foram, mais uma vez, negligenciadas, como é o caso da área social e, por sua vez, há a contratação, e a título meramente exemplificativo, de 1 técnico superior de comunicação social, 1 t. s. de publicidade e relações publicas, 1 t. s. de design e multimédia e 1 t. s. de relações internacionais.

            Com a alteração da decisão tomada anteriormente, os únicos técnicos superiores que seriam contratados, dentro da área social, designadamente, 1 técnico superior de serviço social e 1 técnico superior de educação social, foram preteridos, pelo que, não haverá procedimento concursal para o preenchimento destes dois lugares. O que não podemos deixar de repudiar veementemente.
           

Os Vereadores do Partido Socialista,

José Junqueiro, Rosa Monteiro, Andreia Parente Coelho        

Viseu - cair da noite no bairro em Gumirães ...

domingo, 25 de setembro de 2016

Viseu - 3ª Meia Maratona do Dão, Corrida da Emoção

Alguns momentos vistos por mim. Realizou-se hoje, 25 de setembro, a 3ª edição da Meia-Maratona do Dão “Corrida da Emoção”. Integra a programação da Festa das Vindimas e contou com a participação de milhares de pessoas.

Em 1º lugar aos 8kms





























sexta-feira, 23 de setembro de 2016

(Opinião - JCentro) O Ministério Público

O Ministério Público
O Ministério Público esteve em particular evidência nestes últimos dias. O tema é sempre o mesmo: José Sócrates. Se a investigação dedicasse tão zelosa atenção e cuidado ao seu trabalho como o que ostenta ao conjugar o verbo “bufar” este caso já estaria arrumado, bem ou mal, há muito tempo.
Eça de Queirós (…) sobre a justiça e os tribunais em abstrato quase nunca escreveu e se o fez foi de soslaio. Conhecia o sistema e sabia que cair-lhe nas garras era penoso, caro e de imprevisível desfecho; por mais razão que o cidadão tivesse, sabia que não era certo que vencesse e, ainda que o conseguisse, provavelmente ficaria arruinado”. (publicado por ASCR-Confraria Queirosiana) ”
Para uma certa Justiça, nos dias que correm, o espaço mediático é o "fruto proibido” de Adão e Eva no Jardim do Éden. A tentação de lhe dar uma trinca é uma espécie de “Atração Fatal” como aquela que o filme dirigido por Adrian Lyne  nos revelou nos finais dos anos 80.
Um juiz, que se qualifica como “saloio de Mação”, deu duas entrevistas com a particularidade de utilizar um dos casos que tem em mãos como a antítese da sua própria vida, suposta proba e discreta. Só que, ao fazê-lo, fez acusação e condenou quem ainda não foi acusado de nada (e já lá vão 3 anos) e não foi a julgamento. Era talvez este o paradigma a que Eça se referia.
No entanto, o que verdadeiramente motiva a minha opinião é um desmentido que um diário fez da sua própria manchete da última sexta em que anunciava que o presidente de um grupo empresarial confessara, em sede de justiça, ter feito pagamentos a José Sócrates. Mas, logo a seguir, no Domingo, dia consagrado ao arrependimento, admitiu o erro (…) atribuindo ao procurador Rosário Teixeira a frase que sustentou a notícia da manchete”. E depois a hipocrisia política diz: “à justiça o que é da justiça”. Pois claro!
JC 2016.09.19 (distribuído como Expresso)